Siga por Email

terça-feira, 18 de dezembro de 2012


Vocação: você está preparado para o chamado do Pai?


           A palavra vocação é escutada por muitos de nós, mas nem sempre sabemos seu real significado. Vocação vem do latim “vocare” (chama) significando assim chamado. É o chamado de Deus em nossas vidas, para conviver com Seu amor e servi-Lo através de nossas ações.
            Deus nos chama para ajudar na missão; e esse é um chamado livre, pois Ele nos dá a escolha de resposta. Em primeiro lugar, somos chamados a viver a vida de forma santa, a aproveitá-la com cuidado, com respeito, para que ela seja em abundância. Viver a sua vida e respeitar a vida do outro que está a nossa volta, ser gente, ser humano, conviver e se relacionar com o outro de maneira saudável, nos faz dizer sim a um dos mais importantes chamados de Deus.
            Em segundo lugar, todos nós somos convidados a participar do serviço ao Senhor. Há diferentes formas de ajudá-lo na evangelização: é possível seguir o caminho de Deus sendo um anunciador da sua palavra, participando de obras sociais e de movimentos pastorais. Há algumas pessoas que recebem um chamado diferente, seguindo o caminho através da participação de congregações religiosas e da vida sacerdotal. Em especial, o sacerdote será o grande mediador para levar a palavra ao povo, para continuar os ensinamentos de Deus aqui na Terra, sendo uma das mais bonitas entregas de amor a Deus.  Outra importante forma de vocação é a vocação familiar, onde esposo e esposa se dedicam a viver um para o outro e a comungar o amor de Deus.
            Nas palavras de Joseph Ratzinger, “Cada vida traz consigo a sua própria vocação, tem o seu próprio código e o seu próprio caminho”, a decisão está em nossas mãos, de abrir o coração e aceitar o chamado Daquele que nos ama.

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Cartaz da CF 2013 é apresentado na Expocatólica


00Cartaz1Foi apresentado na noite de sexta-feira, 6 de julho, na ExpoCatólica, em São Paulo, o Cartaz da Campanha da Fraternidade 2013, que tem como tema “Fraternidade e Juventude”, e lema: “Eis-me aqui, envia-me!” (Is 6,8). Realizada no auditório Cantareira, do Expo Center Norte, a cerimônia contou com a presença de bispos, autoridades civis, sacerdotes, religiosos, jornalistas e empresários.
cartazcf2013
Para o arcebispo de São Paulo, Cardeal dom Odilo Pedro Scherer, o cartaz faz um apelo ao jovem para um maior envolvimento na CF 2013 e na preparação da Jornada Mundial da Juventude Rio2013. "O cartaz coloca em evidência a jovialidade e a alegria. Existem muitos problemas no mundo, mas os jovens olham para frente. E eles têm o direito de olhar com esperança para o futuro. Eu acredito que a Campanha da Fraternidade será uma grande contribuição para que os jovens recebam uma resposta aos seus sonhos" disse o Cardeal.
Segundo o Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB, dom Eduardo Pinheiro da Silva, o tema da CF 2013 reforça a opção da Igreja pela juventude."Tendo como referência a cruz de Jesus Cristo, o cartaz traz, em primeiro plano, uma jovem que demonstra alegria em resp0nder ao chamado que Deus lhe faz. A Igreja acredita nessa disponibilidade da juventude, nessa resposta do jovem que encontra na sua comunidade a abertura, a provocação e a oportunidade para um serviço à Igreja e à sociedade", disse Dom Eduardo.
O diretor geral das Edições CNBB, Padre Valdeir Goulart disse que o lançamento oficial será realizado em agosto, em Brasília, junto com o texto base e os subsídios. "Como o cartaz já estava pronto, porque os bispos o escolheram no mês passado, decidimos apresentar na ExpoCatólica, especialmente aos meios de comunicação e aos empresários", disse o sacerdote.
A Feira se encerra domingo, dia 8. Vários estandes apresentarão suas empresas e produtos no segmento religioso, no ExpoCenter Norte.
A JMJ Rio2013 também está presente no evento, com as novidades para 27ª Jornada Mundial da Juventude. Durante o evento, foram apresentados detalhes da feira em 2013 - que será no Rio de Janeiro, dias antes da JMJ - palco da realização do “Bote Fé Brasil”, evento oficial na JMJ Rio 2013. O “Bote Fé” é realizado pela CNBB todos os meses nas dioceses por onde passam os Símbolos da JMJ, a Cruz Peregrina e o Ícone de Nossa Senhora.
Em 2013, os dois eventos juntos, a ExpoCatólica Rio e Bote Fé Brasil ocuparão 200 mil m² do Centro de Exposições Riocentro, tendo início dentro da programação oficial da Semana Missionária e se estendendo para os dias da Jornada.

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Devoção a Maria Santíssima


Um dos pontos mais salientes da Religião católica é a devoção à Santíssima Virgem, aos anjos e aos santos. Por isso julgamos de muita utilidade tratar dessas devoções nesta seção.

“Devemos ter uma devoção toda particular a Maria Santíssima porque:
1. Ela é a Mãe de Deus e também nossa mãe;
2. Ela supera em graças e santidade a todos os anjos e santos;
3. Ela, por sua intercessão, possui o maior valimento diante de Deus.
Ela mesma disse: “Eis que, de agora em diante, me chamarão bem-aventurada todas as gerações, porque me fez grandes coisas Aquele que é poderoso, e santo é seu Nome” (Lc 1, 48-49).
O melhor exemplo de culto a Maria Santíssima nos dão os santos, sobretudo a Santa Igreja e, em certo sentido, a própria Santíssima Trindade.
Maria Santíssima é, depois de Jesus Cristo, o mais sublime modelo de todas as virtudes: piedade, pureza, humildade, paciência, fortaleza e sobretudo de ardente amor a Deus e ao próximo. Jesus, morrendo na cruz, nos legou sua Mãe por nossa mãe: “Filho, eis aí tua mãe. Mãe, eis aí teu filho”.
“Um servo de Maria não se perde” (São Bernardo).
Nunca se ouviu dizer que tivesse alguém recorrido a Maria Santíssima, que não houvesse sido atendido.
Uma genuína e sólida devoção a Maria Santíssima é um sinal evidente de predestinação à bem-aventurança eterna.
A verdadeira devoção a Nossa Senhora consiste:
1. em amá-la com ternura filial;
2. em louvá-la com fervor;
3. em invocá-la com confiança;
4. e imitá-la com diligência e perseverança.
Em seu louvor, rezemos pontualmente as “Ave-Marias” ou “Anjo do Senhor”, o terço; e com especial preparação, devoção e entusiasmo, celebremos suas festividades.
De todas as formas de devoção, a que mais agrada a Maria Santíssima é por certo a fiel imitação de suas virtudes. Pela imitação de Maria é que também se conhece ser genuína, e não mero sentimentalismo, a devoção para com Ela.
Segundo S. Luís Maria Grignion de Montfort, exerce a verdadeira devoção a Maria Santíssima quem todas as coisas faz:
a) em Maria, isto é, no espírito e nas disposições que a animavam;
b) com Maria, isto é, com seu auxílio, que ele sempre está invocando;
c) para Maria, isto é, para que Ela de tudo disponha livremente; confiante ele depõe em suas mãos todas as suas obras, merecimentos e sua própria pessoa, a fim de que Ela de tudo isso disponha à vontade para a maior glória de Deus e salvação das almas;
d) Por Maria, isto é, por sua mediação; por sua poderosa intercessão ele pede a Deus todas as graças, e pela mão desta amorosa Mãe ele se encaminha a Deus”.(*)

O que é Devoção a Maria


Sempre falamos de devoção em nossa vida, até mesmo afirmamos dizendo que somos devotos. Enfim o que é devoção?
Devoção significa dedicação total ao serviço de Deus. É o ato interior da vontade que se entrega a Deus por generosidade e fervor. A devoção leva a realizar atos, mas é, em primeiro lugar, interior, no íntimo de cada um.

Fundamentada sobre a fé, tem a sua fonte inspiradora na caridade e pode, por vezes, identificar-se com ela. São Tomás nos diz que o ato principal da virtude de religião, de prontidão e disponibilidade da vontade para servir a Deus pelo ato de oferta da vida e de gestos como uma oferenda desta mesma vontade. Ele ainda nos diz que a devoção é dom de Deus, mas também obra do homem, convidado especialmente pela oração, à meditação, à contemplação, que despertam amor e engendram a devoção. Esta deve ser a marca de toda a nossa vida, e constantemente, mas inunda-a de alegria interior, a satisfação de realizar tal ato.

E a devoção a Virgem Maria é um ardor em servi-la para melhor servir a Deus!

Maria, a mulher, a virgem, a mãe cumulada de dons por Deus e que se associa plenamente à obra do Filho de maneira particular, até ser chamada a partilhar sua glória. Maria é para nós um sinal. Situar-se em relação a Maria é dizer algo de Deus e algo de nós! Os nossos contemporâneos são sensíveis a isto. No entanto, foi desde cedo que a Igreja fez memória de Maria, e para dizer alguma coisa de Cristo, a Igreja se faz necessária dizer alguma coisa de Maria, como aconteceu em Éfeso. Os padres conciliares colocaram aquela assembléia sobre a proteção de Maria, “Sub tuum praesidium...” no final do sec. IV.

E assim, ao longo da história Maria tem sido para a Igreja Aquela que convida ao louvor (Lc 1,46-55) e à devoção. Como em Jo 2,5 é também Aquela que mostra, junto da Cruz, até onde deve ir a fidelidade, e, no Cenáculo, que a oração tende primeiramente a pedir o Espírito Santo sobre a Igreja, na comunidade dos discípulos.

Foi sobre tudo a partir do concilio de Éfeso que o culto do povo de Deus a Maria cresceu admiravelmente na veneração e no amor na invocação e na imitação (Lumen Gentium, 66).

Esta veneração e amor nos orientam para Deus, a invocação de Maria situa no interior da comunhão dos santos. Aquela que é a mais próxima de Deus e de nós, como já nos dizia o Papa Paulo VI. A imitação de Maria conduz não a um serviço normal, mas nos leva a um louvor e ao serviço a Deus e aos irmãos.

A verdadeira devoção não consiste numa emoção estéril e passageira, mas deve nascer e ser conservada pela fé, que nos faz reconhecer a grandeza da Mãe de Deus e nos indica a amar filialmente a nossa mãe e a imitar as Suas virtudes (Lumen Gentium, 67).
E assim poderíamos terminar dizendo com as palavras do Concílio: “na sua vida, deu a Virgem Maria exemplo daquele afeto maternal de que devem estar animados todos quantos cooperam na missão apostólica que a Igreja tem de regenerar aos homens” (Lumen Gentium, 65).

Fonte: www.santuarionacional.com

sábado, 16 de junho de 2012

Romaria Divino Pai Eterno / 2013


Especial Turismo

Divino Pai Eterno - Trindade/GO
Saída: 12 de julho 2013 às 18:00h
Retorno: 14 de julho 2013 às 20:00h


(estadia completa*)

Contato: 31 3714-3602 / 31 9882-6848

terça-feira, 12 de junho de 2012

Abertas inscrições para o Seminário Nacional Juventude e Bioética, promovido pela CNBB


De 13 a 15 de julho, em Brasília, as Comissões para Vida e Família e para a Juventude, da CNBB, vão promover o Seminário de Juventude e Bioética. O objetivo é aprofundar os conhecimentos sobre temáticas como aborto, anencefalia, células tronco embrionárias e eutanásia. 
As inscrições já estão abertas e podem ser feitas até o dia 1º de julho clicando neste link.. O valor é R$ 150,00 e dá direito à alimentação e a materiais do evento. Para quem desejar, será oferecida hospedagem em casa de família, com custo zero, o que deverá ser informado no ato da inscrição.
O seminário será voltado a jovens ligados aos diversos campos da bioética: saúde, educação, direito, filosofia, psicologia, ciências sociais etc.
Já estão confirmadas as presenças de Dom Fernando Chomali, da Pontifícia Universidade Católica do Chile; Frei Antônio Moser e Dra. Lenise Garcia, membros da Comissão de Bioética da CNBB; e de Dom Eduardo Pinheiro da Silva e Dom João carlos Petrini, presidentes, respectivamente, das comissões para a Juventude e para a Vida e Família.
As questões relacionadas à bioética tem ganhado cada vez mais relevância no Brasil. Recentemente houve a liberação, pelo Supremo Tribunal Federal, do aborto em casos de anencefalia e do uso de células-tronco embrionárias, além da geração por reprodução assistida de uma criança para ser doadora para a irmã. Além disso, uma comissão de juristas nomeada pelo Senado Federal decidiu propor o aumento de casos em que o aborto não será punido, incluindo a incapacidade psicológica da mãe. Diante de tantos desafios, fazem-se cada vez mais atuais as palavras do Papa Bento XVI:
“Convido-vos a seguir com particular atenção os problemas difíceis e complexos da bioética. As novas tecnologias biomédicas interessam não somente a alguns médicos e pesquisadores especializados, mas são divulgadas através dos modernos meios de comunicação social, provocando esperanças e interrogações em setores sempre mais vastos da sociedade”.
Seguindo esse chamamento, as duas comissões da CNBB começam a preparação do Seminário de Juventude e Bioética. O evento é mais um passo de preparação para a Jornada Mundial da Juventude Rio 2013. Mais informações sobre a programação  serão dadas no site dos Jovens Conectados.
Serviço:
Seminário Nacional Juventude e Bioética - clique para se inscrever
Tema: Os desafios da Bioética e o protegonismo do Jovem Católico
Iluminação Bíblica: "Escolhe, pois, a vida" (Dt 30,19)
Data: 13 a 15 de julho
Local: Centro Educacional Maria Auxiliadora (Cema) - 702 Sul, Brasília, DF


Confira a programação*:


SEXTA-FEIRA - 13/07/2012

15h00 - Missa - Pe. Sávio
16h30 - Missa - Pe. Rafael
16h00 - Credenciamento
18h00 - Jantar
19h30 - Abertura Oficial (composição da Mesa – Dom Petrini, Dom Eduardo, Dom Chomali, Dom Antonio Augusto, Padre Sávio, Dra Lenise) 
20h00 - 1ª Palestra – O sentido do humano na contemporaneidade (Dom Chomali) 
21h00 - Intervalo
21h15 - Perguntas, moderador Dom Antônio Augusto
22h00 - Apresentação Teatral “O Canto das Irias” – Comunidade Shalom
22h40 - Encerramento

SÁBADO - 14/07/2012

08h15 - Animação
08h25 - Introdução à mesa.
08h30 - 2ª palestra - Transmissão da vida e manipulação genética – F. Moser, Drª. Cláudia e Dr. Paulo de Tarso Ribeiro, Moderador Márcio Rojas.
10h00 - Intervalo 
10h30 - Perguntas, moderador Márcio Rojas
11h00 - Partilha de experiência – Promotores da Vida I
11h25 - Intervalo
11h30 - Missa Dom Antônio Augusto
12h30 - Almoço
14h00 - Partilha em grupo por regiões 
14h50 - Introdução à mesa.
15h00 - 3ª palestra - Abraçar a Vida e as situações de sofrimento - Dra. Lenise e Dom Petrini, moderador Pedro Spinetti
16h00 - Intervalo 
16h30 - Perguntas, moderador Pedro Spinetti
17h00 - Partilha de experiência – Promotores da Vida II
17h30 - Fechamento do dia – Pe Sávio 
18h00 - Jantar
19h30 - Atividade cultural– Filme BELLA

DOMINGO - 15/07/2012

08h15 - Animação 
08h30 - Palestra “Pistas de ação” - Pe Rafael
09h00 - Perguntas e Respostas: Dom Chomali, Dom Antonio Augusto, Dra Lenise Dom Petrini, Pe Rafael moderador
10h00 - Intervalo
10h30 - Comissões episcopais Juventude – Dom Eduardo, Vida e Família – Dom Petrini / Pe Rafael  e JMJ – Pe Sávio.
11h30 - Avaliação Final – Dra Milena e Dr Cássio – CBAm
12h00 - Missa final – Dom Eduardo Pinheiro da Silva
13h15 - Almoço e despedida.

* Programação sujeita à alteração sem aviso prévio.

Casais que vivem de forma diferente a sexualidade

namoro

Namorados, noivos e até casais casados vivem a castidade. Uma alternativa pouco comum, mas que pode aumentar até a união do casal


O aspecto sexual nas relações é algo presente diariamente em conversas, na televisão, nas revistas e na internet. Entretanto, existem casais de namorados, noivos e até mesmo casados que buscam viver uma relação diferente. São aqueles que vivem a castidade. Eles afirmam que esse estilo de vida une mais o casal, aumenta o respeito mútuo e a segurança quanto à fidelidade, além da motivação e ao mesmo tempo o benefício maior, que para eles é ter a certeza de que estão fazendo a vontade de Deus.

Parece estranho pensar em casais que namoram há anos e não têm relação sexual, mas isso existe. Para as pessoas que buscam viver a castidade, a relação sexual só ganha sentido no casamento, pois de acordo com a doutrina católica o sexo é algo bom, mas que deve ser feito unicamente com dois sentidos: o unitivo que reflete o dom de entrega total entre os esposos, e o procriativo que implica na abertura à geração de filhos.

No caso dos namorados Gabriela Lobo, 23 anos, estudante de medicina, e Fábio Reis, 23 anos e também estudante de medicina, a castidade é vivida no namoro, fase em que, de acordo com os princípios de vida do casal, ainda não é o momento certo de viver a relação sexual. Os dois são católicos praticantes e namoram há quase sete anos nesse estilo de vida.

Viver a castidade para Gabriela não era um mistério, pois já vinha de uma formação cristã desde pequena, mas para Fábio no início foi complicado. “A primeira dificuldade foi a minha aceitação, porque eu não via sentido nisso. No início só aceitava pela Gabriela. Com o tempo percebi que precisava ser uma convicção pessoal”, relata. A jovem afirma que para convencê-lo foi todo um processo para explicar que “a castidade é um estilo de vida que ajuda a crescer como um todo, no respeito pelo valor do corpo do outro, na maturidade afetiva do casal e principalmente para crescer no amor.”

Para o casal a castidade é uma luta diária. Fábio conta que a pressão dos amigos para se desviar desse caminho sempre foi muito forte. “Desde o início e até hoje sempre existem aqueles que não acreditam que nós procuramos viver isso. Alguns falam que não têm problema fazer, pois é só mais uma forma de mostrar quanto nos gostamos ou até que eu preciso aproveitar a vida, e que os homens têm suas necessidades.”

Mesmo com essas influências e pensamentos diferentes, ele garante que a coerência com os ensinamentos da Igreja e saber que estão fazendo a vontade de Deus são as principais motivações para perseverar na castidade. “Viver dessa forma somente pelo racional, uma hora vai perder o sentido. Além da fé e das boas conseqüências para o nosso namoro e da certeza de que vamos colher um casamento mais sólido no futuro, temos muitos amigos que procuram viver o mesmo, e isso motiva muito”, assegura.

Essa vivência de fé, conta Gabriela, é feita ao participarem da missa, na confissão freqüente e com a orientação de um padre também. Já no aspecto mais humano, ela afirma que para não ceder “às tentações do corpo” ela cuida da roupa que está usando, certas formas de dançar, de sentar, de falar, e até carícias que vão estimular o outro. “Não que eu não queira estar bonita para o meu namorado, mas eu preciso saber o limite, e ajudar também para que ele consiga viver isso com coerência”, diz.

Mesmo com esses cuidados, os dois afirmam que vivem momentos românticos e se divertem como qualquer outro casal. “Nas datas especiais sabemos que estamos mais vulneráveis, e nosso limite é o mesmo de sempre. Lógico que não vamos para um motel no dia dos namorados”, revela Fábio. Gabriela diz que fazem viagens “somente com amigos ou família para evitar dormirem sozinhos no mesmo quarto.”

A castidade para os noivos
Para esses casais a transparência quando o assunto for sexo é muito necessária. Mesmo sem ter intimidade física, eles acabam tendo intimidade ao serem sinceros quando estão mais vulneráveis e precisam tomar mais cuidado para seguirem os próprios princípios. O casal de noivos, servidores públicos, que já namoram já quase oito anos e que vão casar em menos de duas semanas, Priscila Coelho, 26 anos, e Gustavo Ribeiro, 26 anos, a sinceridade nesse aspecto sexual tira todas as máscaras que poderiam existir em um relacionamento. “Nós sempre conversamos muito sobre tudo, somos muito amigos. Sabemos buscar prazer em outras coisas e dar valor a momentos que de pequenas tornam-se grandiosas”, afirma Priscila.

Ela conta com entusiasmo como está sendo especial essa fase do noivado para os dois. “ Tudo o que estamos preparando, cada detalhe do casamento, o planejamento da lua de mel, da vida a dois, a montagem do apartamento, a preparação da cerimônia. Tudo tem um significado muito maior.”

Para o psicólogo e terapeuta Marcelo Tomokiti, 30 anos, as maiores dificuldades para quem busca viver a castidade é a “cultura predominante na sociedade hoje que prega o próprio prazer como o supremo bem da vida humana”, afirma. Para vencer essas dificuldades, Tomokiti assegura que é necessário “o autoconhecimento e o fortalecimento das próprias convicções.”

A castidade no casamento 
Os noivos são aconselhados pela doutrina católica a viverem essa virtude também no matrimônio. As motivações são as mesmas desde o namoro, sendo a principal o seguimento dos ensinamentos da Igreja Católica. Entretanto, um aspecto particular da castidade no casamento diz respeito às formas de planejamento familiar, isto é, os casais utilizam apenas com os métodos naturais e não uso de preservativos ou remédios anticoncepcionais para evitar a gravidez. O casal casto que não planeja ter filhos em um determinado momento, tem relação sexual quando a esposa não está em período fértil, e durante os períodos férteis, vivem em abstinência para que não precisem utilizar de métodos artificiais que não são aceitos pela doutrina católica.

Luciana Chagas, 24 anos, dona de casa, e Renato Chagas, 25 anos, empresário, estão casados há dez meses, acabaram de ter a primeira filha e vivem a castidade no casamento. “A castidade no matrimônio, antes de ser somente o uso de métodos naturais, significa primeiro ter um lugar no coração reservado para amar a Deus e um lugar reservado para amar ao cônjuge. É uma sexualidade vivida de acordo com a dignidade da pessoa, com o valor que ela tem por si só”, explica Renato.

De acordo com Associação Nacional Pró-Vida e Pró-Família, que defende o uso dos métodos naturais, algumas das formas mais comuns são: o “calendário”, que permite obter, mediante cálculos matemáticos, os dias de fertilidade do casal; o método da temperatura corporal da mulher devido ao aumento hormonal da progesterona; e o método billings, que reconhece o período fértil da mulher pela observação diária de uma secreção natural da mulher que varia de acordo com o ciclo menstrual e que fica mais evidente no período fértil, de ovulação. No caso da Luciana, ela utiliza o método billings juntamente com o da temperatura basal.Como ela está em período de gravidez, Renato afirma “que é mais fácil viver esse momento de abstinência, justamente pelos dois terem vivido um namoro na castidade.” E Luciana garante que isso traz muito mais segurança na fidelidade do casal. “Sei que mesmo não podendo ter uma relação sexual em alguma época do casamento, isso não vai levar o meu marido a buscar outra pessoa, ou até mesmo procurar obter prazer sozinho, com filmes pornográficos ou revistas.É uma fidelidade que busca ser completa, não somente em relação a traição com outra pessoa, mas em pensamentos e atos individuais.”

Por Cláudia Lafetá para o Jovens Conectados 

Arquidiocese de Belo Horizonte organiza Semana Missionária rumo a JMJ Rio2013


bote_fe_BHA arquidiocese de Belo Horizonte (MG) está preparando a Semana Missionária - encontro que antecede a Jornada Mundial da Juventude a ser realizada no Rio de Janeiro no próximo ano. A Semana Missionária deve reunir milhares de jovens, na capital mineira, entre os dias 15 e 21 de julho de 2013, e a expectativa é de que 25 mil jovens participem do evento.
O propósito é o de envolver a juventude do mundo inteiro nos projetos mais especiais, particularmente as ações sociais. Além dessas atividades, os jovens vão conhecer e participar de nossos trabalhos na área da evangelização e da cultura. Serão momentos de troca de experiências e de crescimento na fé, sempre pensando no compromisso da JMJ: legado permanente de um trabalho contínuo para a juventude.
Duas campanhas estão sendo desenvolvidas pela arquidiocese para preparar a estrutura de acolhida a todos esses jovens: Campanha Conte comigo - convida todos os jovens a contribuírem voluntariamente com suas habilidades para tornar a Semana Missionária inesquecível; e Campanha Minha família recebe um peregrino, que convida as famílias a receberem os jovens em suas casas durante a Semana Missionária, com a típica acolhida mineira.
Vem aí o site da Semana Missionária com mais informações e os espaços para o cadastro dos voluntários.
Fonte: Texto CNBB / Foto: Fabiano Fachini

domingo, 10 de junho de 2012

Credo da PJ

Ousamos crer?
Sim, ousamos!
Ousamos crer na juventude que ri, que canta, que se faz presente na luta e na esperança, que ousa trilhar os caminhos de uma vivência solidária, que abre o seu coração aos valores do Evangelho.
Ousamos crer num Deus presente "no sopro tênue da realidade", encarnado nos homens e nas mulheres de boa vontade, num Deus amigo que derrama Seu Espírito sobre a Juventude, que transforma nossa indiferença em inquietação.
Ousamos crer na família que educa com liberdade, responsabilidade, ternura, que acolhe, que cuida, que respeita as diferenças, que possibilita a todo ser humano tornar-se único, sensível, fantástico, imprescindível.
Ousamos crer?
Sim, ousamos!
Ousamos crer numa sociedade igualitária onde as pessoas despertam para a gratuidade, construam relações mais justas e solidárias, redescubram os valores que as aproximam do Maravilhoso.
Ousamos crer numa educação Libertadora, crítica e de base, que possibilite a socialização do saber, que use o tom da alegria no seu jeito de educar, que aposte na criatividade, na paixão, no humor, na arte, na poesia e em tudo que esteja a serviço da vida.
Ousamos crer na política como missão e serviço, numa igreja que saiba viver apaixonadamente sua opção pelos jovens e pelos pobres no testemunho de quem vive e proclama, no protagonismo da juventude militante que, indignada diante das injustiças, traz consigo força, garra e ação transformadora.
Ousamos crer na possibilidade de construirmos e vivermos um grande projeto, que se fundamente na prática libertadora de Jesus Cristo, no humilde jeito de ser e servir de Maria e em nosso coração de aprendiz.
Sim, ousamos crer...!
E desejamos que nosso credo se concretize em nosso corpo, em nossa mente e em nossa vida.

Amém!

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Frase da Semana

"Se exagerássemos em nossas alegrias como fazemos em nossas perdas, nossos problemas perderiam toda sua importância."
Anônimo 12/04/2009

Saiba mais sobre os Patronos e os Intercessores da JMJ

Conheça um pouco mais sobre os patronos e os intercessores da Jornada Mundial da Juventude Rio2013:

Entenda melhor a diferença entre os dois:

PATRONOS- pais espirituais dos jovensOs patronos são os pais espirituais dos jovens, lhe ensinam, como verdadeiros pais e mestres, os caminhos para santidade. Foram escolhidos por estarem intimamente ligados ao espírito da JMJ Rio 2013. Dentre estes estão também representantes da nação. O tema missionário inspira o pedido por proteção e entusiasmo para enfrentar os desafios da evangelização nos dias atuais. Oração e ação são dimensões inseparáveis dos discípulos-missionários de Jesus Cristo.

aparecidaNossa Senhora da Conceição Aparecida
No ano 1717, três pescadores, ao lançarem a sua rede para pescar nas águas do rio Paraíba, encontraram a imagem de Nossa Senhora da Conceição. Devido aos muitos milagres realizados e aumento da devoção foi proclamada padroeira do Brasil em 1930 e anos depois foi erguida, em sua homenagem, uma grande basílica que acolhe milhões de peregrinos todos os anos. A JMJ a invoca como Protetora da Igreja e das famílias!

jpiiBeato João Paulo II
O papa polonês João Paulo II, o Grande, foi o criador da Jornada Mundial da Juventude em 1984. Considerado como o Papa dos jovens esforçou-se no diálogo com eles e convidou-os a reconhecer o seu lugar e missão dentro da Igreja. Seu pontificado foi duradouro e ajudou a conduzir os cristãos, tendo como base as inspirações do Concilio Vaticano II. Lutou até o último momento de sua vida compartilhando conosco sua felicidade de entregar-se totalmente a Cristo e à Virgem Maria. O invocamos como amigo dos Jovens!


rosa_limaSanta Rosa de Lima
Isabel Flores nasceu em Lima (Peru), no ano 1586. Foi apelidada de Rosa pela beleza de seu rosto. Foi a primeira santa do continente americano e se destacou de maneira especial por sua intensa vida de oração e penitência. Experimentou muitas dificuldades em sua vida e, diante delas, soube manter uma extraordinária serenidade, imitando a Cristo pobre e crucificado. Pedimos sua intercessão para que sejamos fiéis à vontade de Deus!

teresinhaSanta Teresa de Lisieux
Santa Teresinha do Menino Jesus nasceu em Lisieux (França), em 1873. Aos 15 anos, entrou num Mosteiro Carmelita, lugar onde viveu com humildade, simplicidade sua plena confiança em Deus. Foi proclamada padroeira das missões em 1927, por seu profundo desejo de ser missionária e sua disposição de oferecer tudo pelo bem dos demais. A JMJ a invoca como Padroeira das missões!

frei_galvaoSanto Antônio de Santana Galvão (Frei Galvão)
Nasceu em Guaratinguetá (SP) em 1739. Da família com grandes recursos e possibilidades, renunciou a tudo e ingressou na ordem Franciscana. Pregador da paz e da caridade com palavras e obras, tornou-se modelo de entrega. Seus milagres começaram ainda em vida, distribuindo pílulas feitas por suas próprias mãos, que geravam grandes curas. O invocamos como arauto da paz e da caridade!

sebastiaoSão Sebastião

Sebastião preferiu a fidelidade a Cristo a toda e qualquer honra civil e militar e, por esse motivo, foi expulso dos quadros do exército e morto na perseguição de Diocleciano no ano 300. Vemos destacar-se na vida do Santo a sua valentia e amor ao Senhor Jesus. A JMJ o invoca como Soldado e mártir da fé!



INTERCESSORES - um modelo a ser imitado
Os jovens desejam encontrar-se com a verdade que dê sentido a sua existência. Dentre os intercessores escolhidos para a JMJ Rio 2013 estão homens e mulheres que mesmo na juventude souberam escolher a melhor parte em suas vidas: Jesus Cristo. A história de suas vidas inspira-nos a cultivar suas virtudes. O número 13 poderia apontar para o ano da Jornada, mas, além disso, atesta para todos que a santidade na vida concreta é possível. A geração JMJ é convidada a entregar sua vida àquele que concede felicidade e liberdade em abundância.

albertinaBeata Albertina Berkenbrock
Nasceu em Santa Catarina em abril de 1919. Aos 12 anos de idade foi assassinada porque quis preservar a sua pureza. O martírio e a consequente fama de santidade se espalharam rapidamente. Foi uma menina que cultivou uma grande sensibilidade em sua relação com Deus e com o seu próximo. Nós a invocamos como virtuosa nos valores evangélicos!

chiar_luceBeata Chiara Luce Badano
Nasceu em Sassello (Italia) no ano 1971. Aos 10 anos de idade vive uma experiência forte de encontro com Deus que muda a sua vida e a de seus pais. Desde este momento decide viver com radicalidade o Evangelho, buscando amar a todos aqueles que a rodeiam. Aos 18 anos lhe diagnosticam um tumor ósseo. Vive com grande valentia cada uma das etapas de sua dolorosa doença. Nós a invocamos pela sua entrega total a Jesus!


ir_dulceBeata Irmã Dulce

Nasceu em 1914 em Salvador (BA) e desde jovem demonstrou um profundo espirito de caridade. Destacou-se pela perseverança e o esforço por dar atenção aos doentes e teve como princípio nunca fechar a porta a uma pessoa necessitada de sua ajuda. Ingressou na Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus. Fundou associações e inaugurou colégios e hospitais. Nós a invocamos como Embaixadora da Caridade! 

adilioBeato Adílio Daronch
Nasceu em outubro de 1908 em Dona Francisca (RS), em uma família de modestas condições numa isolada localidade no interior do Brasil. Desde pequeno gostava muito de rezar e ajudar nas missas. Aos dezesseis anos morreu assassinado, juntamente com o Pe. Manuel Gómez González, por obra de alguns revolucionários que encontraram na estrada durante uma viagem para visitar as comunidades cristãs mais distantes. Nós o invocamos por sua forte amizade com Cristo!

ozanamBeato Frederico Ozanam
Nascido em Milão (Itália), cresceu em um ambiente de profundo espírito de caridade, sobretudo pelo exemplo de seus pais. Apaixonado pelas questões existenciais e espirituais dedicou-se ao estudo da filosofia, de onde encontrou argumentos para sustentar o compromisso social dos católicos. Morreu em 1853, aos 40 anos, deixando o precioso legado das Conferências Vicentinas e a certeza de ter feito a vontade de Deus em sua vida. Nós o invocamos como servidor dos mais pobres.

isidoroBeato Isidoro Bakanja
Isidoro nasceu em torno de 1880, em Bokendela (Congo). De vida muito pobre trabalhou já na infância como lavrador no campo. Seu batismo, em 1906, foi a partir do seu encontro com missionários carmelitas que doaram a ele um rosário e o escapulário de Nossa Senhora do Carmo. Muito devoto da Virgem Maria, alegremente rezava e cantava enquanto trabalhava. Uma vez, impedido de fazê-lo, decide abandonar seu posto, mas sem acolher o mandato de abandonar os sinais visíveis de sua fé. Foi chagado em suas costas com açoites e morre por não resistir aos ferimentos. Nós o invocamos como mártir do escapulário

anchietaBeato José de Anchieta
Nasceu em 1534 em Tenerife, nas Ilhas Canárias (Espanha). Ingressou na Companhia de Jesus e foi enviado como missionário ao Brasil. Foi ordenado sacerdote em 1566 e ocupou o cargo de superior de comunidades e provincial de toda a missão no Brasil, trabalho que foi realizado com grande sabedoria e segurança. Faleceu no ano 1597 e recebeu o qualificativo de “apóstolo do Brasil”. Nós, jovens da JMJ Rio 2013, o invocamos do mesmo modo!

pier_giorgioBeato Pier Giorgio Frassati
Nasceu em Turim (Itália), em 06 de abril de 1901, e ao nascer, apresentava deficiências respiratórias, por isso foi imediatamente batizado. Revelou-se um amigo dos pobres, vendo neles o próprio Cristo. Com 18 anos inscreveu-se na Confraria do Rosário de Pollone e na Conferência de São Vicente de Paulo. Sempre amou os humilhados, dedicando a sua vida a fazer-lhes bem. Seu coração foi destinado aos outros. Nós o reconhecemos como alguém que ardentemente amou os pobres e a Igreja.

laura_vicunaSanta Laura Vicuña
Nasceu no Chile, em 1891. Aos 10 anos de idade fez a sua Primeira Comunhão e, a partir deste momento, fez o propósito de amar a Deus com todas as suas forças. Esforça-se por tornar a Jesus conhecido e por reparar as ofensas contra Ele. Vendo a sua mãe em situação de pecado, ofereceu sua vida em troca de sua conversão. Foi tomada por uma grave enfermidade e chamada à presença de Deus aos 12 anos. Invocamos sua intercessão como mártir da pureza!

teresa_andesSanta Teresa de los Andes
Nasceu no Chile no ano 1900. A partir dos 6 anos participava, quase diariamente da Santa Missa. Sua constância na Eucaristia revela sua sede interior de encontrar-se com Cristo. Muitos dizem que antes de entrar no Carmelo, aos 17 anos, já vivia uma vida Santa que atraía as almas para Deus. Sempre foi consciente de que a sua oração e sacrifício eram capazes de melhorar e purificar o mundo. Hoje no seu túmulo encontramos a sua frase: “O amor é mais forte”. Pedimos a sua intercessão para que aprendamos a ser contemplativos de Cristo!

andre_kimSanto André Kim e seus companheiros
No início do séc. XVII a fé cristã chegou pela primeira vez à Coréia. Um grupo fervoroso contava com a direção espiritual do Padre André Kim, primeiro presbítero dessa comunidade. Em 3 perseguições entre os anos 1839 e 1866 morreu junto a outros 102 companheiros mártires, consagrando com o seu precioso sangue os primórdios da Igreja coreana. Os invocamos como mártires da evangelização!


jorgeSão Jorge

Segundo tradição da Igreja, foi um militar do Império Romano no tempo de Diocleciano. Converteu-se ao cristianismo e, por esse motivo, foi torturado e decapitado. Desde o século IV, foi venerado em toda a Igreja como mártir de Cristo. A tradição o apresenta como quem enfrenta o dragão, simbolizando a fé firme. Alguém que triunfa sobre a força do maligno. O invocamos como combatente do mal!



Com informações do site oficial da JMJ Rio2013 (www.rio2013.com)

Patronos e intercessores da JMJ 2013


O Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, presidente do Comitê Organizador Local (COL) da JMJ Rio2013, divulgou nesse domingo, 27, os nomes dos santos e beatos que serão os patronos e intercessores da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), marcada para os dias 23 a 28 de julho de 2013, no Rio de Janeiro. 
A cerimônia de lançamento aconteceu após a Missa de Pentecostes no Santuário da Penha e contou com a presença de cerca de cinco mil pessoas.

Como patronos, foram escolhidos:

- Nossa Senhora da Conceição Aparecida - protetora da Igreja e das famílias
- São Sebastiao - jovem soldado e mártir da fé
- Santa Teresa de Lisieux - jovem padroeira das missões
- Beato João Paulo II - Amigo dos Jovens
- São Frei Galvão - Arauto da Paz e da Caridade

E como intercessores da JMJ, foram escolhidos 13 santos e beatos:

- Santa Teresa de Los Andes - jovem contemplativa de Cristo
- Santa Laura Vicuña - jovem mártir da pureza
- São Jorge – combatente do mal
- Santo André kim e seus companheiros – mártires da Evangelização
- Beato José de Anchieta - apóstolo do Brasil
- Beata Albertina Berkenbrock - virtuosa nos valores evangélicos
- Beato Píer Giorgio Frassati - amor ardente aos pobres e à igreja
- Santa Rosa de Lima - fiel à vontade de Deus
- Beato Frederico Ozanan - servidor dos mais pobres
- Beato Adílio Daronch - jovem amigo de Cristo
- Beata Chiara Luce - toda entregue a Jesus
- Beata Irmã Dulce - embaixadora da caridade
- Beato Isidoro Bakanja - mártir do Escapulário

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Cartaz DNJ 2012


O Dia Nacional da Juventude (DNJ) é celebrado todos os anos pelas dioceses brasileiras, geralmente em outubro. Neste ano, o cartaz oficial será escolhido por meio de um concurso convocado pela Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude, da CNBB. As inscrições podem ser feitas até o dia 20 de junho. O resultado será divulgado no dia 25.
O(a) vencedor(a) do concurso vai ganhar um kit composto por produtos JMJRio2013, uma Bíblia da CNBB, um Youcat e uma camiseta da CF2012.

Então, coloque a criatividade para funcionar e mão à obra!

Veja a seguir as regras.

Características do Cartaz:
Tamanho: 60 cm de altura x 40 cm de largura
Resolução mínima dos arquivos digitais: 300 dpi
O cartaz deverá expressar a diversidade das expressões jovens a Igreja e estar em sintonia com o tema e lema do DNJ 2012:
Tema: Juventude e Qualidade de Vida
Lema: "Qual vida vale a pena ser vivida?"
Iluminação Bíblica: "Eu vim para que todos tenham vida"(Jo 10,10)
Enfoque: A integralidade do jovem
É importante lembrar que o cartaz vencedor poderá passar por ajustes feitos pela comissão organizadora. A participação no concurso implica na concordância desta regra.

Inscrições:
- De 17 de maio a 20 de junho de 2012
- concorrente deverá enviar o cartaz para o e-mailcontato@jovensconectados.org.br em dois formatos digitais: JPG e PDF.
- No assunto do e-mail, coloque apenas os dizeres CONCURSO DO CARTAZ DNJ 2012
- No corpo do cartaz, informe os seguintes dados:
Nome completo
Data de Nascimento
CPF
RG
Endereço Completo
Telefone

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Especial Turismo (Romarias)

Especial Turismo

Divino Pai Eterno - Trindade/GO
Saída: 08 de junho 2012 às 18:00h
Retorno: 11 de junho 2012 às 09:00h


Valor: R$ 330,00
(estadia completa*)

Contato: 31 3714-3602 / 31 9882-6848
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Aparecida do Norte - SP
Saída: 11 de outubro 2012 às 18:00h
Retorno: 13 de outubro 2012 às 16:00h

Valor: R$ 250,00
(estadia completa*)

Contato: 31 3714-3602 / 31 9882-6848
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Vale da Imaculada Conceição
Piedade Gerais-MG
Saída: 17 de junho 2012 às 05:00h
Retorno: 17 de junho 2012 às 17:00h

Valor: R$ 35,00

Contato: 31 3714-3602 / 31 9882-6848
------------------------------------------------------------------------------------------------------------







terça-feira, 1 de maio de 2012

Jovens de BH realizam II Fest Jovem Católico

A juventude da Região Episcopal Nossa Senhora da Piedade (Rensp), da Arquidiocese de Belo Horizonte, realiza no dia 23 de Junho, de 8h às 17h, no Parque das Mangabeiras, a segunda edição do Fest Jovem Católico. O evento contempla ações de esporte, cultura e oração, com o objetivo de promover o intercâmbio de experiências e o fortalecimento dos movimentos jovens, que pertencem à Igreja de Belo Horizonte e Região Metropolitana. Durante o encontro, são esperadas cerca de 1.500 participantes. Os interessados podem se inscrever nas atividades oferecidas, acessando o site www.renspbh.blogspot.com. Jovens que não estão engajados em paróquias também podem participar do encontro. 

Entre as ações de esporte (Sport Day), os inscritos poderão participar da caminha ecológica, campeonato de futebol, basquete, vôlei e/ou peteca. Na parte cultural (Culture Day), haverá a realização do concurso de bandas católicas, teatro e dança. A apresentação vencedora, escolhida dentre as três categorias, receberá o prêmio máximo de dois mil reais, além da chance de abrir o show da banda “Cristucada”, em novembro, no Music Hall. Compondo as ações de cultura, serão realizadas palestras, Workshop e fóruns de debate, com temas relacionados ao universo jovem. Na parte de oração (Pray Day), os participantes receberão orientação espiritual e vocacional, com atendimentos particulares e de esclarecimento sobre temas como namoro, vida conjugal e sexualidade, além da oportunidade de se confessar com sacerdotes convidados para o evento.

Segundo Gustavo Massa, coordenador da juventude Rensp, o Fest Jovem é um dia totalmente preparado para que os jovens vivam uma formação integral e ainda tenham a oportunidade de conhecer novas pessoas, outras realidades e realmente viver a unidade. “O grande objetivo desse evento é nos preparar para 2013, quando o Brasil vai sediar a Jornada Mundial da Juventude, com o Papa. Queremos, com isso, mostrar ao Santo Padre que a Igreja de Belo Horizonte é jovem, viva e atuante”, afirma.

Para Mariana Duarte, coordenadora da juventude Rensp, a iniciativa vai além da proposta de lazer e se configura como oportunidade de engajamento e formação pastoral. “O Fest Jovem é uma forma que encontramos para mostrar aos jovens que é preciso perseverar no propósito de unidade. É o que Bento XVI tem pedido à Igreja e é o que nós queremos cumprir”, pontua.

O regulamento das atividades, bem como informações complementares sobre o evento, está disponível no blog da juventude Rensp.

Rensp
Criada em 1987, pelo então Arcebispo de Belo Horizonte, Dom Serafim Cardeal Fernandes de Araújo, a Região Episcopal Nossa Senhora da Piedade (Rensp) abrange 66 paróquias, localizadas em Belo Horizonte, Caeté, Nova União, Taquaraçu de Minas, Sabará, Raposos, Rio Acima e Nova Lima.

Para mais informações: (31) 88674525 (de 15h às 19h, de segunda à sexta).